Como Kgothatso usa bitcoin na África do Sul em vez de uma conta bancária

Kgothatso mora em Pretória, África do Sul, onde estudou ciência da computação. Ele enxerga muitas oportunidades para as pessoas na África usarem o bitcoin para seus gastos diários e economias pessoais.

“O bitcoin me permite levar minha vida diária sem a necessidade de uma conta bancária. Também abre oportunidades na economia de freelancers para mais jovens.”

“Eu uso bitcoin para tudo na minha vida”

Kgothatso tem usado bitcoin para suas despesas diárias desde 2021. “Desde aluguel e eletricidade até crédito para celular e mantimentos, pago tudo com bitcoin”, explicou ele. “E se eu quiser comprar algo com o Apple Pay, posso usar um cartão de débito pré-pago que comprei com bitcoin.”

Às vezes, Kgothatso empresta bitcoin para amigos e familiares. “Quando eles precisam me reembolsar, peço para eles comprarem um voucher de bitcoin da Azteco em uma das muitas lojas de spaza”, acrescenta. “Eles podem pagar pelo voucher em dinheiro, então nem precisam ter uma conta bancária para obter bitcoin.”

“O bitcoin me torna mais disciplinado com as minhas finanças”

Usar o bitcoin para despesas do dia a dia mudou os hábitos de gastos de Kgothatso. Agora ele economiza antecipadamente para compras importantes e não é tentado a fazer empréstimos caros.

“O custo de um empréstimo para carro aumentou significativamente nos últimos meses”, explica Kgothatso. “As taxas de juros estão subindo e a inflação está reduzindo o valor dos salários das pessoas. É um bom hábito economizar antecipadamente para as coisas. Isso também faz você valorizá-las mais.”

“Freelancers na África do Sul preferem ser pagos em bitcoin”

A África do Sul é o lar de muitos “trabalhadores autônomos” que prestam serviços online para empresas em todo o mundo. No passado, esses trabalhadores eram pagos por meio do PayPal, mas isso excluía pessoas que não tinham uma conta bancária ou documentos de identidade.

“Muitos jovens não podiam participar da economia de freelancers porque não tinham uma conta bancária”, diz Kgothatso. “Agora eles podem ser pagos com bitcoin. E depois podem usar esse bitcoin para comprar seus mantimentos diários em supermercados como o Pick n Pay.”